Como o E-mail Marketing pode te ajudar a fidelizar clientes?

Ainda subestimado por muitos, o e-mail marketing é uma das principais estratégias utilizadas no marketing digital. Como sendo um contato direto com o seu – ou potencial – cliente, o e-mail pode servir para estreitar relacionamentos, mostrar novas promoções e ofertas, notifica-lo de alguma novidade de seu negócio e entre outras coisas.

O e-mail é uma ferramenta utilizada praticamente todos os dias por quase 100% das pessoas que tem acesso a internet e, com o avanço da tecnologia, podemos imaginar o alcance gigantesco das pessoas que usam este meio de comunicação.

Mas tem um problema, o seu e-mail pode ser bloqueado por provedores de e-mails se não forem seguidas as boas práticas do Código de Autorregulamentação para a Prática de E-mail Marketing (CAPEM). 

Para que isso não aconteça e você tenha sucesso no envio e comunicação com seus clientes, vamos dar algumas dicas e mostrar qual o passo a passo a seguir.

Planejamento da campanha de E-mail Marketing.

Não adianta mandar e-mails por mandar. Sua taxa de conversão será baixa e, possivelmente, muitos clientes se descadastrarão. Por isso é importante montar todo o planejamento da campanha de e-mail. Os passos para um bom planejamento são:

1 – Defina o(s) objetivo(s) da sua campanha.

O primeiro passo então é definir o por que você quer criar essa campanha. Qual é a finalidade dela? Você quer comunicar os clientes de novos produtos ou promoções? Quer tornar possíveis clientes ou Leads em clientes? Quer se relacionar com eles num pós-venda? Saber o que ele achou do seu produto ou serviço?

Com o objetivo definido e sabendo onde quer chegar, vamos ao próximo passo.

2 – Qual a persona que você quer comunicar?

A persona é o grupo de clientes com o mesmo perfil que você vai definir para o envio do e-mail. A persona trata-se de uma descrição semifictícia que representa um cliente com informações sobre suas necessidades, dores e interesses.

Caso não consiga definir personas, pode separar os clientes em grupos como, por exemplo:

– Clientes que vieram apenas uma vez na minha loja ou restaurante.

– Clientes com menos de um ano de frequência.

– Clientes com um ano ou mais de frequência.

– Clientes que tem a preferência e compram determinado produto.

E por aí vai. Basta você conhecer os seus clientes, ter o contato de e-mail deles e segmentar as listas de contato.

3 – Qual o conteúdo que você vai enviar?

Com o objetivo definido para cada grupo de clientes, é a hora de definir o conteúdo que será enviado. Há diversos tipos de conteúdo que podem ser enviados e isso depende do seu objetivo. Então vamos a um exemplo:

O meu objetivo é atrair os clientes que vieram ao meu estabelecimento menos de 5 vezes para que eles passem a frequentar mais vezes.

O meu conteúdo pode ser uma promoção de um novo produto. Um produto novo que entrou no cardápio e estou convidando-o para experimentar. Um programa novo de fidelidade para que ele consuma mais em seu estabelecimento e ganhe um benefício.

Todos esses exemplos podem variar de acordo com o produto ou serviço que você oferece, o que pode oferecer e da sua criatividade.

4 – Frequência de envio.

É muito importante que você encontre uma boa frequência para o envio dos e-mails afim de garantir o sucesso da sua campanha. O envio de e-mail maçante pode ser muito ruim pois o cliente poderá se irritar, se descadastrar e até passar a não gostar mais da sua empresa.

Uma distancia muito longa de data também pode fazer com que seu cliente esqueça de você. Por isso manter um equilíbrio nestes envios e saber identificar isso é muito importante.

Enviar uma vez por semana, a cada 15 dias, 3 e-mails num período de 15 dias são os mais indicados. Mas é de suma importância que você conheça os seus clientes e entenda a melhor frequência pro seu negócio.

5 – Como enviar e medir o sucesso da sua campanha?

Existem diversas ferramentas gratuitas de envio de e-mail em massa para cada grupo de clientes que você já definiu e essas ferramentas, muitas vezes, oferecem informações importantes que servem de analise para que você possa medir o sucesso da sua campanha.

Informações essas como, por exemplo, para quantas pessoas o seu e-mail chegou? Quantas pessoas abriram o e-mail? Quantas pessoas clicaram no link que havia dentro do e-mail (se houver)? Quantas pessoas se descadastraram para não receberem mais os e-mails?

E aí uma métrica sua: Quantas pessoas foram até o seu estabelecimento procurando a promoção, novidade ou produto que você comunicou, por exemplo.

Esta ultima métrica pode ser considerado um exemplo de ROI, que significa Retorno sobre o Investimento.

Agora você está quase pronto para criar a sua campanha e se relacionar bem com seus clientes. Mas para ter 100% de sucesso, abaixo vamos dar algumas dicas do que NÃO fazer em campanhas de e-mail marketing.

Não ter a autorização dos clientes para o envio de e-mails.

Como falamos acima, existem algumas regras de boas práticas que devem ser seguidas. Uma delas é justamente ter a autorização do seu cliente para que ele possa entrar na sua lista de envio. E justo a esta, também é preciso que, no seu e-mail, tenha um botão para que ele possa se descadastrar caso queira.

Comprar listas de e-mail.

Por ser tentador, comprar listas de e-mail é um dos principais erros que muitas empresas cometem.

Ao comprar uma lista, inúmeros contatos podem ser inválidos ou inexistentes e os que existem não autorizaram o recebimento destas mensagens. Sendo assim, seus e-mails tendem a cair na caixa de spam e ainda pode prejudicar e muito a imagem do seu negócio no mercado.

Prometer uma coisa e entregar outra. Ou pior, não entregar.

Se você prometeu alguma coisa em sua mensagem, cumpra. Não há nada mais frustrante do que chegar em um estabelecimento atrás de uma promoção e essa promoção não existe.

Outro ponto importante é: o que você escreveu no título deve fazer sentido com o conteúdo do e-mail. Se você usa uma chamada atraente no título só para chamar a atenção do leitor mas o conteúdo é totalmente outro, também acaba sendo frustrante pro seu cliente e pode causar uma imagem ruim da sua empresa.

Enviar muitos e-mails e encher a caixa de entrada do seu cliente.

Como falamos acima, a frequência deve ser encontrada e ser saudável para o relacionamento da sua empresa com seus clientes.

Ao mandar muitos e-mails a taxa de descadastro pode aumentar e assim, você perderá o relacionamento com seus clientes, além de poder gerar uma imagem negativa do seu negócio.

Seguindo estes passos e mantendo a ética na criação de campanhas de e-mail marketing o seu sucesso é garantido. O relacionamento com seus clientes poderá ficar mais estreito e a fidelização deles ainda maior.

E agora? Está mais confiante para criar suas campanhas de e-mail marketing?

Você também pode contar com a ajuda de nossos consultores em nossa plataforma para o planejamento dessa e muitas outras campanhas fortalecendo o contato com seus clientes e fidelizando-os. Acesse triibo.com.br/cadastre-seu-negocio e saiba mais.

Fale conosco

+55 11 97069-7706

9h às 19h de seg a sex.

contato@triibo-hml.triibo.com.br

Aproveite e baixe o nosso app.

© Triibo todos os direitos reservados